Pecuária

Tão logo consolidou suas atividades agrícolas, o Grupo Buschmann iniciou o desenvolvimento do seu setor pecuário, utilizando áreas da Fazenda Padrão não recomendadas para agricultura, dedicou-se intensivamente ao sistema de cria, recria e engorda inicialmente com raças tradicionais da região Centro-Oeste.

Visando eficiência e seguindo tendências que apontavam para um processo de redução de tempo para abate, iniciou o cruzamento industrial, introduzindo raças como Simental, Blonde D’Aquitaine e Pardo Suíço em seu plantel, momento alcançado com muito trabalho e tecnologia, reconhecido nacionalmente pelos prêmios conquistados, pelo padrão genético alcançado e pelos produtos oferecidos em leilões.

Ao longo do tempo novas necessidades surgiram para atender exigências técnicas de conservação de solos e reposição de pastagens, passou então a utilizar o sistema rotacional de pastagens consorciado com a cultura da soja, iniciando o reconhecido sistema ILP (Integração Lavoura Pecuária), tecnologia explorada intensivamente nos dias de hoje.

Na esteira do crescimento, partiu para a diversificação do próprio setor através da instalação de um sistema de confinamento para produção intensiva de carne, utilizando animais próprios, adquiridos e/ou recebidos de terceiros através do sistema Boitel, modalidade que possibilita rapidez no ganho de peso e redução no tempo de terminação, passou a disfrutar de vantagens comerciais na entressafra.

Cotações Dolar/Euro